Massoterapia: As múltiplas funcionalidades desta Terapia Natural Milenar

A Massoterapia, que é o tratamento terapêutico à base de massagens, possui uma rica e vasta história por todo o globo como uma prática de terapia manual apta à cura de enfermidades e ao bem-estar físico e psíquico da pessoa.

A referência escrita mais antiga da massagem enquanto técnica remonta no ano 2598 a.C., no Livro de Medicina do Imperador Amarelo, oriundo da China. No Oriente, a massagem teve um amplo e profundo desenvolvimento como terapia, originando, dentre outras técnicas, a Massagem Tradicional Chinesa e o Shiatsu, no Japão[1]. Também na Índia a massagem ocupou um relevante espaço por meio da Massagem Ayurvédica, que faz parte do sistema de saúde indiano denominado Medicina Ayurvédica.

Já no Ocidente, a tradição massagista percorreu um longo caminho a fim de conquistar o seu reconhecimento como meio terapêutico, apesar de sempre ter tido a sua prática cultivada e disseminada por meio da tradição e cultura dos povos em razão dos seus perceptíveis efeitos, além do atraso que a medicina ocidental esteve em relação à oriental por milênios, inclusive no emprego das terapias complementares.

Na Idade Média, a massagem foi relegada ao esquecimento devido à estagnação sofrida em todas as áreas do conhecimento, fato que foi alterado a partir do Renascimento, com o desenvolvimento do humanismo e das artes e, paralelamente, a retomada dos cuidados relativos ao corpo e a revitalização do culto ao físico[2].

Em 1863, o médico francês Estradere publicou o tratado sobre massagem Estradere´s Du Massage, primeiro tratado médico no Ocidente sobre a matéria, onde foi classificada sistematicamente cada técnica de acordo com o local do corpo lesionado, o que contribui para um maior tratamento científico da matéria[3].

No ano de 1894, houve a fundação, por três mulheres e uma parteira, na Inglaterra, da Society of Trained Masseuses, responsável na época pela regulamentação da profissão de massagista por mulheres.

A partir da década de 1950, o interesse mundial pela reabilitação cresceu muito, com a participação de vários organismos internacionais na promoção de métodos de tratamento eficazes na recuperação física e emocional dos enfermos. De acordo com o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais das Nações Unidas, quatro acontecimentos históricos contribuíram para o crescimento desse novo movimento: duas guerras mundiais, processo acelerado de industrialização e urbanização (favorecendo a propagação de epidemias e acidentes de trabalho), progressos tecnológicos, médicos e sociais que permitiram uma melhor organização dos centros de reabilitação e consciência das dificuldades enfrentadas pelas pessoas portadoras de deficiência[4].

Desde então, a massagem, juntamente com outros métodos de reabilitação, só fez ganhar força em todo o mundo, assim como o surgimento novas técnicas e o estudo e desenvolvimento das tradicionais.

TÉCNICAS DE MASSAGEM

Effleurage: termo de origem francesa, effleurage significa tocar de leve. Também chamada de deslizamento, é a mais natural e instintiva de todas as técnicas de massagem. Comumente utilizada no contato inicial entre o massoterapeuta e o cliente. É eficaz para a redução da dor[5].

Compressão:compressão gera pressão, que é transmitida às estruturas subjacentes. Pode afetar tanto os tecidos musculares profundos quanto os superficiais. Tem por efeitos o alongamento e liberação de aderências, redução de edemas, aumento na circulação, redução de dor e fadiga[6].

Percussão: o termo comum para esse conjunto de técnicas é tapotagem, do francês tapotement, que significa pancadinhas leves. Tais movimentos têm um efeito hiperêmico (produzem aumento na circulação local) na pele. Estimulam os terminais nervosos, o que resulta em pequenas contrações musculares e em aumento generalizado do tônus[7].

Fricção: são executadas tanto nos tecidos superficiais quanto nos profundos. Usando as pontas dos dedos ou o polegar, os tecidos mais superficiais são mobilizados sobre as estruturas subjacentes. Os principais efeitos dessa técnica: dispersão dos depósitos patológicos; alongamento e liberação de aderências; redução do edema; efeitos gastrointestinais; efeitos neurológicos[8].

PRINCIPAIS ESCOLAS DE MASSAGEM TERAPÊUTICA

Massagem Tailandesa: também conhecida como Massagem Tai, é uma terapia curativa que utiliza a massagem como forma de equilíbrio corporal, onde o terapeuta usa seus pés, joelhos, polegares, palmas e cotovelos, além de pressão, compressão e alongamento no corpo do paciente. A Massagem Tai utiliza pontos de pressão chamados sen em que há o desbloqueio de energia e restauração do fluxo de energia. A prática deste tipo de massagem possui conotação erótica no Brasil[9].

Massagem sueca: tipo de massagem muito comum no Ocidente, também conhecida como massagem clássica, sendo, normalmente, o primeiro tipo de massagem a ser aprendida pelos massoterapeutas em formação. Essa modalidade de massagem utiliza cinco movimentos básicos para melhorar a circulação e remover a toxina dos músculos, a saber: Effleurage ou deslizamento; Peristrage ou amassamento; Tapotement ou estapeamento; Vibração; Fricção[10].

Reflexologia podal: é uma técnica de massagem que utiliza a pressão em determinados pontos dos pés, aos quais correspondem regiões e órgãos do corpo humano. Tem como principal objetivo atuar na prevenção e auxílio ao tratamento de disfunções do corpo, através da pressão nas zonas reflexas do pé[11].

Shiatsu: técnica de massagem bastante difundida no Japão, que significa pressão com os dedos. O Ministério da Saúde do Japão define shiatsu como: forma de manipulação administrada pelos polegares, dedos e palmas, sem o uso de qualquer instrumento mecânico ou de outro tipo, para aplicar pressão à pele humana, corrigir disfunções internas, promover e manterá saúde e tratar doenças específicas”. A técnica consiste na aplicação de pressão sobre determinados pontos chamados tsubos que formam canais energéticos no corpo – meridianos. Dentro dos canais meridianos circula a energia vital chamada de Ki pelos japoneses ou chi pelos chineses. Tem como principal objetivo manter ou restabelecer o equilíbrio energético[12].

Anmá: de origem chinesa, é um tipo de massagem que envolve deslizamento, amassamento, pressão, vibração e percussão. Assemelha-se muito à massagem sueca com a diferença que as manobras têm sentido centrífugo, ou seja, vão do centro do corpo para as extremidades (mãos e pés)[13].

Massagem Ayurvédica: ligada à tradição da Medicina Ayurvédica, é um método de tratamento corporal que estimula de deslizamentos e alongamentos, através de toques profundos com as mãos e os pés, auxiliados por óleos vegetais e essências que estimula os músculos e a circulação, libertando as toxinas presas aos músculos e tecidos[14].

Drenagem linfática: esta técnica de massagem foi desenvolvida pelo casal de terapeutas dinamarqueses Estrid e Emil Vodder, na década de 1930, utilizada com a finalidade de esvaziar os líquidos e os resíduos metabólicos, a fim de estimular a circulação linfática através de massagem nas vias linfáticas e nos linfonodos, gerando o aumento do fluxo linfático, mantendo o equilíbrio hídrico e otimizando as defesas imunológicas do organismo, amenizando edemas e proporcionando relaxamento[15].

BENEFÍCIOS DA MASSOTERAPIA

A Massoterapia revela-se muito útil para o aumento do bem-estar físico e mental da pessoa, além de atuar na prevenção e combate de doenças. Os seus efeitos já são experimentados pelas pessoas há milhares de anos, sendo que a cada dia a massagem torna-se mais popular, bem como o refinamento de suas técnicas e a comprovação científica de seus benefícios.

Os efeitos da massagem são de ordem mecânica, neural, psicológica, química e fisiológica, podendo também ser classificados em mecânico e reflexo. O efeito mecânico é aquele que incide diretamente sobre os tecidos moles que estão sendo manipulados. Contudo, é difícil atribuir a uma manobra que tenha efeito puramente mecânico, até porque o simples toque na pele já produz uma resposta do tipo reflexo neural. Por isso que se diz que o efeito reflexo é, talvez, mais importante que sua ação mecânica[16].

As conexões neurais com os tecidos periféricos por ocasião do toque terapêutico, em virtude dos estímulos oriundos dos dermátomos e miótomos (regiões da pele compostas por fibras nervosas),pode provocar a redução da atividade simpática e promover a vasodilatação; aumentar a circulação local e sistêmica; a melhora na circulação tem por efeito auxiliar no processo de cura, reduzir os espasmos musculares e melhorar a capacidade de extensão do tecido conjuntivo; verifica-se um equilíbrio maior no sistema nervoso central[17].

A massagem tem um efeito muito importante sobre as emoções do indivíduo. O efeito prolongado do relaxamento leva à diminuição da frequência cardíaca, diminuição da pressão sanguínea, melhora na respiração, na circulação e na digestão. Além disso, há uma diminuição nos níveis de estresse e ansiedade, gerando uma mudança positiva de comportamento relativo à reação aos agentes estressores[18].

No que tange aos efeitos químicos, a massoterapia faz com que se diminua a produção de cortisol, adrenalina e noradrenalina e dopamina, bem como estimula a produção de oxitocina, dopamina e serotonina, hormônios estes associados à sensação de prazer e bem-estar.

A MASSOTERAPIA NO TRATAMENTO DE DOENÇAS

Como legítima forma de tratamento, a massagem terapêutica tem sido aplicada sistematicamente aos enfermos para propiciar uma recuperação plena que não objetive apenas a remoção da doença, mas também que garanta a melhor qualidade de vida possível.

Diversos estudos já foram feitos comprovando a eficácia da massoterapia para aliviar a dor em pacientes que sofrem de câncer. Um estudo aleatório feito nos EUA com 230 pacientes com dor neoplásica demonstrou que o grupo de pacientes submetidos à massoterapia apresentou menor incidência de fadiga muscular, melhor padrão respiratório e circulatório, menor incidência de ansiedade e depressão, além de menor consumo de analgésicos de resgate[19].

A massagem igualmente pode ser um importante aliado no tratamento de portadores de fibromialgia na mitigação dos efeitos da dor, ansiedade e melhora da qualidade de vida. A fibromialgia é uma doença até agora sem cura, caracterizada por dor crônica e generalizada e sensibilidade dolorosa à palpação nos tender points. Apresenta sintomas como fadiga, rigidez matinal e cefaleia, além de distúrbios do sono, ansiedade e depressão.

Em estudo conduzido pela USP, duas pacientesfibromiálgicas foram submetidas a oito sessões de massagem, uma pela técnica de fricção e outra pela técnica de deslizamento superficial e profundo, a fim de avaliar se a terapia é eficaz no alívio da dor e melhora da qualidade de vida. Os resultados foram positivos nas duas voluntárias da terapia, com destaque a maior eficácia para a técnica de deslizamento superficial e profundo para alívio da dor[20].

Finalizando, o presente artigo procurou analisar, ainda que limitadamente, as possibilidades terapêuticas da Massoterapia, e também apresentar as técnicas e as escolas mais comuns. Nota-se que, hoje em dia, a Massoterapia é bastante reconhecida junto ao público em geral, haja vista as inúmeras casas de mensagem e os profissionais que vivem e adquirem formação especializada na área. A massoterapia, além de poder ser ministrada isoladamente, tem grande serventia como terapia manual integradamente à fisioterapia, ampliando ainda mais o leque funcional desta arte.

A perspectiva é que com o desenvolvimento da ciência e do conhecimento que se tem sobre o corpo humano e a psicologia seja possível encontrar muitas outras formas de aplicar-se a massagem terapêutica, a fim de otimizar ainda mais os seus efeitos benéficos e conduzir a uma melhor qualidade de vida.

REFERÊNCIAS

Bentley E. O livro essencial de massagem. São Paulo: Manole; 2006.

Cassar, Mario-Paul. Manual de massagem terapêutica.

De Barros, Fabio Batalha. Poliomielite, filantropia e fisioterapia: o nascimento da profissão de fisioterapeuta no Rio de Janeiro dos anos 1950.

Espíndola, Daniela Simoni e Borestein, Mirian. Evolução histórica da Fisioterapia: da massagem ao reconhecimento profissional.

Fachini, Joelson e Korn, Simone. Efeitos Neurofisiológicos da Massagem Terapêutica.

Ferreira, Adriana da Silva Martins e Lauretti, Gabriela Rocha. Massoterapia como técnica adjuvante no controle da dor em pacientes oncológicos sob cuidados paliativos.

Goats GC. Massage-thescientificbasisofanancientart: part1. The techniques. Br J Sports Med 1994;28:149-52

RebelattoJR,  Botomé  SP.  Fisioterapia no Brasil. 2ª ed. São Paulo: Manole; 1999.

Wilkie DJ, Kampbell J, Cutshall S. Effects of massage on pain intensity, analgesics and quality of life in patients with cancer pain: A pilot study of a randomized clinical trial conducted within hospice care delivery. Hospice Journal. 2000;15:31-53.

Yuan, Susan Lee. Matsutani, Luciana. Efeito da massoterapia nos sintomas e na qualidade de vida de fibromiálgicos: relato de casos.

O que é massagem tailandesa? Artigo encontrado no sítio virtual: http://www.dicasdemassagem.com.br/o-que-e-massagem-tailandesa

Massagem sueca. Artigo encontrado no sítio virtual: http://www.cursosmassagem.com.br/massagemsueca.php

Reflexologia podal – Introdução. Artigo encontrado no sítio virtual: http://www.itiomassagem.com.br/reflexologia

Shiatsu – Introdução. Artigo encontrado no sítio virtual: http://www.itiomassagem.com.br/shiatsu-introducao

Conheça Anmá. Artigo encontrado no sítio virtual: http://quickmassagepassoapasso.com.br/massagem-anma/

O que é Massagem Ayurvédica. Artigo encontrado no sítio virtual: http://www.magda.interdinamica.pt/central/mag

Drenagem linfática manual – Vodder. Artigo encontrado no sítio virtual: http://www.cen.pt/cursos/master-class/drenagem-linfatica-manual—-vodder

[1]Espíndola, Daniela Simoni e Borestein, Mirian. Evolução histórica da Fisioterapia: da massagem ao reconhecimento profissional, p.2, apudBentley E. O livro essencial de massagem. São Paulo: Manole; 2006 e também Goats GC. Massage-the scientific basisofanancientart: part1. The techniques. Br J Sports Med 1994;28:149-52

[2]Espíndola, Daniela Simoni e Borestein, Mirian. Evolução histórica da Fisioterapia: da massagem ao reconhecimento profissional, p.2, apud Rebelatto JR, BotoméSP.  Fisioterapiano  Brasil.  2ª  ed.  São Paulo: Manole; 1999.

[3]Espíndola, Daniela Simoni e Borestein, Mirian. Evolução histórica da Fisioterapia: da massagem ao reconhecimento profissional, p.2-3.

[4]De Barros, Fabio Batalha. Poliomielite, filantropia e fisioterapia: o nascimento da profissão de fisioterapeuta no Rio de Janeiro dos anos 1950, p.2.

[5]Cassar, Mario-Paul. Manual de massagem terapêutica, p. 72.

[6]Cassar, Mario-Paul. Manual de massagem terapêutica, p. 81.

[7]Cassar, Mario-Paul. Manual de massagem terapêutica, p. 90.

[8]Cassar, Mario-Paul. Manual de massagem terapêutica, p. 98.

[9] O que é massagem tailandesa? Artigo encontrado no sítio virtual: http://www.dicasdemassagem.com.br/o-que-e-massagem-tailandesa

[10] Massagem sueca. Artigo encontrado no sítio virtual: http://www.cursosmassagem.com.br/massagemsueca.php

[11]Reflexologia podal – Introdução. Artigo encontrado no sítio virtual: http://www.itiomassagem.com.br/reflexologia

[12]Shiatsu – Introdução. Artigo encontrado no sítio virtual: http://www.itiomassagem.com.br/shiatsu-introducao

[13]Conheça Anmá. Artigo encontrado no sítio virtual: http://quickmassagepassoapasso.com.br/massagem-anma/

[14]O que é Massagem Ayurvédica. Artigo encontrado no sítio virtual: http://www.magda.interdinamica.pt/central/mag

[15] Drenagem linfática manual – Vodder. Artigo encontrado no sítio virtual: http://www.cen.pt/cursos/master-class/drenagem-linfatica-manual—-vodder

[16]Cassar, Mario-Paul. Manual de massagem terapêutica, p. 111.

[17]Fachini, Joelson e Korn, Simone. Efeitos Neurofisiológicos da Massagem Terapêutica, p. 3.

[18]Cassar, Mario-Paul. Manual de massagem terapêutica, p. 159.

[19] Ferreira, Adriana da Silva Martins e Lauretti, Gabriela Rocha. Massoterapia como técnica adjuvante no controle da dor em pacientes oncológicos sob cuidados paliativos apudWilkie DJ, Kampbell J, Cutshall S. Effectsofmassageonpainintensity, analgesicsandqualityoflife in patientswithcancerpain: A pilotstudyof a randomizedclinicaltrialconductedwithinhospicecare delivery. HospiceJournal. 2000;15:31-53.

[20]Yuan, Susan Lee. Matsutani, Luciana. Efeito da massoterapia nos sintomas e na qualidade de vida de fibromiálgicos: relato de casos, p. 10.

Autor: Euclides de Almeida Silva – Diretor do Instituto Namaskar – Parapsicologia Clínica Integrativa e Constelação Familiar Sistêmica.

Revisor: Euclides de Almeida Silva Filho.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *